04/04/2003

Escorregão na Morte

No tribunal, o juiz pede que o acusado conte a sua versão dos fatos.
— Foi assim, meritíssimo... Eu estava na cozinha cortando carne pra fazer churrasco e o chão estava muito escorregadio, porque a empregada tinha acabado de encerar... Aí minha mulher chegou perto pra dar palpite no tempero da carne, escorregou, esbarrou em mim e caiu com o peito em cima da faca...
— Pode continuar! — disse o juiz, muito desconfiado.
— Muito machucada, ela se levantou e, logo em seguida, escorregou de novo. Novamente em cima da faca. E assim foi... Por 14 vezes!

Denunciar Abuso

Compartilhar

no facebook

Comentários