05/09/2008

Os advogados

As falas a seguir foram realmente proferidas por advogados e tiradas de registros oficiais de tribunais. Com toda a justiça aos pobres advogados aqui imortalizados como completos idiotas, o leitor deve saber que os datilógrafos transcrevem tudo o que é dito, de forma que a menor inadvertência, fica em registro para a posteridade.
- Foi este o mesmo nariz que você quebrou quando criança?
- Então, doutor, não é verdade que, quando uma pessoa morre durante o sono, na maioria dos casos ela o faz de maneira calma e não se dá conta de nada até a manhã seguinte?
- O que aconteceu depois?
- Ele me disse: Tenho que te matar porque você pode me identificar no tribunal.
- Ele o matou?
- Foi você ou seu irmão que morreu na guerra?
- O filho mais jovem, o de 20 anos, quantos anos ele tem?
- O que significa a presença de esperma?
- Significa relação consumada.
- Esperma masculino?
- É o único que eu conheço.
- Há quanto tempo você é canadense?
- Você tem filhos ou coisas do gênero?
- Vou lhe mostrar a Prova 3 e peço que reconheça a foto.
- Este sou eu.
- Você estava presente quando esta foto foi tirada?"
- Você estava presente a este tribunal esta manhã quando fez o juramento?
- Então, Sr. Johnson, como o seu casamento acabou?
- Por morte.
- E ele acabou pela morte de quem?
- Há quanto tempo você está grávida?
- Vai completar 3 meses no dia 8 de novembro.
- Então, aparentemente, a data da concepção foi 8 de agosto.
- Sim.
- E o que você estava fazendo?
- Senhorita Benevides, a senhora se considera emocionalmente equilibrada?
- Eu era.
- E quantas vezes a senhorita cometeu suicídio?
- Quer dizer que, quando você voltou, você tinha saído?
- Ela tinha 3 filhos, certo?
- Sim.
- Quantos meninos?
- Nenhum.
- Tinha alguma menina?
- Você não sabe o que era, nem com o que se parecia, mas você pode descrever?
- O senhor se lembra aproximadamente a hora em que examinou o corpo do Senhor Brown?
- Foi à noite. A autópsia começou em torno das 20:30.
- E o Senhor Brown estava morto naquele momento, certo?

Denunciar Abuso

Compartilhar

no facebook

Comentários