16/02/2000

Sem Culpa no Cartório

Aquele workaholic chega em casa um pouco mais cedo e pega a mulher na cama com outro.
Furioso, pega o revólver, encosta na cabeça do sujeito, quando este o interrompe:
— Por favor, senhor. Eu não tive culpa nenhuma! Eu sou apenas um mendigo e a sua mulher levou demasiadamente a sério o que eu lhe disse.
— E o que foi que você disse a ela?
— "A senhora poderia me dar alguma coisa que o seu marido não usa mais?"

Denunciar Abuso

Compartilhar

no facebook

Comentários