20/03/2009

Sonho dos velhinhos

A velhinha acordou cedo e foi logo contando o sonho que teve na noite passada para seu marido:
- Benzinho, você não acredita com que eu sonhei esta noite.
- Não mesmo - responde o velhinho. - Com que você sonhou?
- Ah, benzinho, sonhei que eu havia recebido um balaio cheio de "pintos". Ali tinham pintos grandes, médios e pequenos, de todos os tamanhos e gostos.
- E o meu estava lá? - pergunta o velhinho.
- Estava sim. - responde ela. - O seu era o menorzinho de todos, o mais insignificante de todos. Uma coisinha de nada.

Na manhã seguinte o velhinho acorda e diz pra esposa:
- Querida, sonhei esta noite com um balaio cheio de "pererecas". Tinha "pererecas" de todos os tamanhos, cores e gostos, grandes, médias e pequenas.
- E a minha? - retrucou a velhinha - Estava lá?
- Estava sim. - responde o velhinho. - A sua era o balaio!

Denunciar Abuso

Compartilhar

no facebook

Comentários