Assine o Orapois

Cadastre-se no OraPois e receba nosso conteúdo diretamente no seu e-mail!


Mais Recentes

vídeos

Mais Destaques

Diz que eram dois leões que fugiram do jardim zoológico. Na hora da fuga cada um tomou um rumo, para despistar os perseguidores. Um dos leões foi para as matas da Tijuca e outro foi para o centro da cidade.

Procuraram os leões de todo jeito mas ninguém encontrou. Tinham sumido, que nem o leite. Vai daí, depois de uma semana, para surpresa geral, o leão que voltou foi justamente o que fugira para as matas da Tijuca. Voltou magro, faminto e alquebrado. Foi preciso pedir a um deputado do PTB que arranjasse vaga para ele no jardim zoológico outra vez, porque ninguém via vantagem em reintegrar um leão tão carcomido assim. E, como deputado do PTB arranja sempre colocação para quem não interessa colocar, o leão foi reconduzido à sua jaula.

Passaram-se oito meses e ninguém mais se lembrava do leão que fugira para o centro da cidade quando, lá um dia, o bruto foi recapturado.
Voltou para o jardim zoológico gordo, sadio, vendendo saúde.
Apresentava aquele ar próspero do Augusto Frederico Schmidt, que, para certas coisas, também é leão. Mal ficaram juntos de novo, o leão que fugira para as florestas da Tijuca disse pro coleguinha:
- Puxa, rapaz, como é que você conseguiu ficar na cidade esse tempo todo e ainda voltar com essa saúde? Eu, que fugi para as matas da Tijuca, tive que pedir arrego, porque quase não encontrava o que comer, como é então que você... vá, diz como foi.

O outro leão então explicou:
- Eu meti os peitos e fui me esconder numa repartição pública. Cada dia eu comia um funcionário e ninguém dava por falta dele.

- E por que voltou pra cá? Tinham acabado os funcionários?
- Nada disso. O que não acaba no Brasil é funcionário público. É que eu cometi um erro gravíssimo. Comi o diretor, idem um chefe de seção, funcionários diversos, ninguém dava por falta. No dia em que eu comi o cara que servia o cafezinho... me apanharam.

Comentários ()

0
19

Um homem caminhava por uma praia da Califórnia e tropeçou numa velha lâmpada. Ele pegou-a e esfregou-a e um gênio saltou dela.O gênio disse:
"Ok, você me libertou da lâmpada, bla bla bla.Esta é a quarta vez este mês e eu estou ficando enjoado destes pedidos;então você pode esquecer aquela estória de três desejos: você tem direito a apenas UM desejo e fim de papo.
"O homem sentou e pensou por um instante. Depois disse:
"Eu sempre quis ir pro Hawai mas tenho um medo danado de voar e eu costumo ficar enjoado no mar. Você poderia construir pra mim uma ponte para o Hawai, para que eu possa ir dirigindo pra lá ?
O gênio riu muito e disse: "Isto é impossível!!!!!!!
Pense na logística do assunto! Como as colunas de sustentação alcançariam o fundo do OceanoPacifico ???
Pense em quanto concreto, quanto aço.Que mão-de-obra!!!
Não,de jeito nenhum! Ponte não dá!Pense em outro desejo.
"O homem disse que tudo bem e tentou pensar em um desejo realmente bom.Finalmente ele disse: "Fui casado e me divorciei quatro vezes. Minhas esposas sempre disseram que eu não me importava com elas e que sou insensível.
Então, meu desejo é que eu possa entender as mulheres...
saber como elas se sentem por dentro e o que elas estão pensando quando elas não falam com a gente... saber por que elas estão chorando, saber o que elas realmente querem quando elas dizem "nada"... saber como fazê-las realmente felizes...
"O gênio disse entao:
"Você quer aquela ponte com duas ou quatro pistas!!!???"

Comentários ()

4
10